O sistema público de transporte vem passando por vários desafios atualmente, tais como a redução do número de passageiros, aumentos do preço dos combustíveis e concessão de benefícios, como a meia passagem e gratuidades.

Em um cenário como este, torna-se cada vez mais necessário aos empresários uma gestão eficaz de todo o processo de criação, venda e consumo dos créditos da bilhetagem eletrônica, o qual acarretará também em benefícios aos usuários.

Neste contexto, o sistema de transporte público coletivo da Região Metropolitana de Curitiba vem mostrando novos e positivos rumos a partir da união de inovação com boa gestão estratégica.

A Metrocard, associação que congrega as empresas do transporte coletivo que atendem a Região Metropolitana de Curitiba (RMC), conta desde agosto de 2015 com o suporte da Transdata Smart no gerenciamento da bilhetagem eletrônica das viagens diárias feitas pelos mais de 800 ônibus de 16 empresas de transporte que trafegam pelos arredores e pela capital. Em Dezembro, a Metrocard contabilizará mais de 100 milhões de acessos por este novo sistema de bilhetagem.

Principal empresa do Brasil no desenvolvimento de soluções integradas em ITS (Sistema de Transporte Inteligente) dedicadas à mobilidade urbana, a Transdata Smart trouxe novos ares a um modelo que já vinha se mostrando obsoleto. “Entre as maiores diferenças que podem ser observadas pelos usuários são a diminuição das filas para embarque e a redução do número de assaltos dentro das estações tubo mediante a diminuição do dinheiro embarcado”, explica Devanir Magrini, diretor comercial da Transdata Smart.

Outra grande vantagem é a tecnologia de biometria facial (software intitulado Max Face), que inibe o uso indevido de gratuidades nas tarifas do transporte público que utiliza o sistema de bilhetagem eletrônica. Em um período de pouco mais de um ano de implantação – de agosto de 2015 a dezembro de 2016 –, já foram bloqueados pela Metrocard 919 cartões com suspeita de fraude, armazenadas mais de 4,5 milhões de fotos e conferidas 10 mil fotos diariamente. A aplicação da tecnologia no transporte público resulta em benefícios diretos ao usuário e ao sistema, pois a redução das fraudes acaba também com os impactos negativos nas tarifas.

“A bilhetagem eletrônica da Transdata é uma grande aliada para minimizar as dificuldades enfrentadas pelo setor no que tange ao aumento das gratuidades e a evasão de passageiros que viemos enfrentando”, comenta Lessandro Zem, presidente da Metrocard.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>